Melhores de 2017 – Roteiro Original

Atravessando os diferentes estágios do luto, Manchester à Beira-Mar marca o auge da carreira de Kenneth Lonergan (Conte ComigoGangues de Nova YorkMáfia no Divã) como roteirista. E não é por menos: escrito com maestria, o drama, além de explorar como a morte tem diferentes efeitos nos seres humanos, contextualiza cada personagem com inteligência, sobriedade e economia, inclusive aqueles com espaço limitadíssimo em cena, como a Randi de Michelle Williams, que, apesar do tempo restrito, é peça fundamental na potência dramática da história. Em 140 minutos de projeção, o roteiro encaixa fatos, revelações e desdobramentos com uma precisão cirúrgica para, ao longo e ao fim, comover e arrebatar sem qualquer apelação. Estudo íntimo e universal de personagens, o texto de Manchester à Beira-Mar é uma grande aula que deve ser sempre revisitada. Ainda disputavam a categoriaBom Comportamento, Corra!, Mãe! e Personal Shopper.

EM ANOS ANTERIORES: 2016 – Aquarius | 2015 – Que Horas Ela Volta? | 2014 – Relatos Selvagens |  2013 – Antes da Meia-Noite | 2012 – A Separação | 2011 – Melancolia | 2010 – A Origem | 2009 – (500) Dias Com Ela | 2008 – WALL-E | 2007 – Ratatouille

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: