Os indicados ao Globo de Ouro 2021

Mank, de David Fincher, lidera a lista do Globo de Ouro 2021 com seis indicações.

Fazia certo tempo que o Globo de Ouro não era tão Globo de Ouro. Ou seja, o que vimos na lista de indicados revelada hoje para a edição 2021 do prêmio entregue pela Hollywood Foreign Press Association oscilou entre o lugar-comum e a bizarrice. Para não ser injusto, faço uma correção: é de lavar a alma ver nada menos do que três mulheres concorrendo na categoria de direção, algo importantíssimo e simbólico em inúmeros sentidos. E fica por aí. Na própria categoria de direção, por exemplo, a decepção já se faz presente com as indicações de David Fincher (Mank) e Aaron Sorkin (Os 7 de Chicago). Ambos são profissionais talentosos, mas, dessa vez, entregam trabalhos sem inspiração. Não deixa de ser reflexo de um grupo de votantes acomodado com os lançamentos da Netflix, que lidera a lista com 22 indicações, seguida muito de longe pela Amazon Studios com apenas sete.

Há outros fatos inexplicáveis, como James Corden concorrendo como melhor ator em comédia/musical pelo pavoroso A Festa de Formatura, enquanto sua colega Meryl Streep ficou de fora em uma categoria basicamente sem concorrência, onde ela também poderia ter emplacado por Let Them All Talk. Aliás, o segmento das comédias poucas vezes esteve tão fraco: para efeitos de projeção ao Oscar, é provável que nenhum dos indicados, sejam eles filmes ou atores, caiam nas graças da Academia. A ausência total do ótimo Destacamento Blood, de Spike Lee, também deixa um inegável gosto amargo por múltiplas razões, começando pelo fato de que a lista não incluiu filmes protagonizados por negros na categoria principal e sequer indicou Delroy Lindo como protagonista ou o próprio Spike Lee a diretor em um ano que, como já comentado, David Fincher e Aaron Sorkin são lembrados por trabalhos nada marcantes.

Ainda assim, o vexame maior fica com as indicações de melhor série e melhor atriz em comédia/musical para Emily in Paris, uma produção da Netflix repleta de clichês, tolas ingenuidades, fórmulas ultrapassadas e sem o mínimo de inspiração ou capacidade de dizer algo que já não tenha sido dito por outros programas. Seguindo linha semelhante, não há como defender a presença de Ratched em melhor série dramática, atriz e atriz coadjuvante. A série é, sem dúvidas algo exagerado e desconjuntado até mesmo para os padrões de Ryan Murphy. Tão inaceitável quanto tudo isso é o fato de I May Destroy You, da HBO, ter sido completamente ignorada, quando, na verdade, é uma minissérie que compreende como poucas os sentimentos, as relações, os traumas e as dinâmicas da juventude atual. 

Para um ano que tanto nos exigiu garimpar filmes e séries diferentes devido aos efeitos da pandemia, o Globo de Ouro se limitou a fazer mais do mesmo. E com direito a ideias bastante indigestas. Os vencedores serão revelados no dia 28 de fevereiro. Confira abaixo a lista completa de indicados:

CINEMA

MELHOR FILME – DRAMA
Os 7 de Chicago
Bela Vingança
Mank
Meu Pai
Nomadland

MELHOR FILME – COMÉDIA/MUSICAL
Borat: Fita de Cinema Seguinte
A Festa de Formatura
Hamilton
Music
Palm Springs

MELHOR DIREÇÃO
Aaron Sorkin (Os 7 de Chicago)
Chloé Zhao (Nomadland)
David Fincher (Mank)
Emerald Fennell (Bela Vingança)
Regina King (Uma Noite em Miami…)

MELHOR ATRIZ – DRAMA
Andra Day (The United States vs. Billie Holiday)
Carey Mulligan (Bela Vingança)
Frances McDormand (Nomadland)
Vanessa Kirby (Pieces of a Woman)
Viola Davis (A Voz Suprema do Blues)

MELHOR ATOR – DRAMA
Anthony Hopkins (Meu Pai)
Chadwick Boseman (A Voz Suprema do Blues)
Gary Oldman (Mank)
Riz Ahmed (O Som do Silêncio)
Tahar Rahim (The Mauritanian)

MELHOR ATRIZ – COMÉDIA/MUSICAL
Anya Taylor-Joy (Emma.)
Kate Hudson (Music)
Maria Bakalova (Borat: Fita de Cinema Seguinte)
Michelle Pfeiffer (French Exit)
Rosamund Pike (Eu Me Importo)

MELHOR ATOR – COMÉDIA/MUSICAL
Andy Samberg (Palm Springs)
Dev Patel (A História Pessoal de David Copperfield)
James Corden (A Festa de Formatura)
Lin-Manuel Miranda (Hamilton)
Sacha Baron Cohen (Borat: Fita de Cinema Seguinte)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Amanda Seyfried (Mank)
Glenn Close (Era Uma Vez Um Sonho)
Helena Zengel (Relatos do Mundo)
Jodie Foster (The Mauritanian)
Olivia Colman (Meu Pai)

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Bill Murray (On the Rocks)
Daniel Kaluuya (Judas e o Messias Negro)
Jared Leto (Os Pequenos Vestígios)
Leslie Odom Jr. (Uma Noite em Miami…)
Sacha Baron Cohen (Os 7 de Chicago)

MELHOR ROTEIRO
Aaron Sorkin (Os 7 de Chicago)
Chloé Zhao (Nomadland)
Christopher Hampton e Florian Zeller (Meu Pai)
Emerald Fennell (Bela Vingança)
Jack Fincher (Mank)

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA
Druk: Mais Uma Rodada (Dinamarca)
La Llorona (Guatemala/França)
Minari (Estados Unidos)
Nós Duas (França/Estados Unidos)
Rosa e Momo (Itália)

MELHOR ANIMAÇÃO
A Caminho da Lua
Os Croods 2: Uma Nova Era

Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica
Soul
Wolfwalkers

MELHOR TRILHA SONORA
Alexandre Desplat (O Céu da Meia-Noite)
James Newton Howard (News of the World)
Ludwig Göransson (Tenet)
Trent Reznor e Atticus Ross (Mank)
Trenz Reznor, Atticus Ross e Jon Batiste (Soul)

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
“Fight for You” (Judas e o Messias Negro)
Música de Dernst Emile II e H.E.R.
Letra de H.E.R. e Tiara Thomas

“Hear My Voice” (Os 7 de Chicago)
Música de Daniel Pemberton
Letra de Celeste Waite e Daniel Pemberton

“Io Sí” (Rosa e Momo)
Música de Diane Warren
Letra de Diane Warren, Laura Pausini e Niccolò Agliardi

“Speak Now” (Uma Noite em Miami…)
Música e Letra de Leslie Odom Jr. e Sam Ashworth

“Tigrees & Tweed” (The United States vs. Billie Holiday)
Música e Letra de Andra Day e Raphael Saadiq

SÉRIES, MINISSÉRIES, ANTOLOGIAS E TELEFILMES

MELHOR SÉRIE – DRAMA
The Crown

Lovecraft Country
The Mandalorian
Ozark
Ratched

MELHOR SÉRIE – COMÉDIA/MUSICAL
Emily in Paris

The Flight Attendant
The Great
Schitt’s Creek
Ted Lasso

MELHOR MINISSÉRIE/ANTOLOGIA/TELEFILME
O Gambito da Rainha

Nada Ortodoxa
Normal People
Small Axe
The Undoing

MELHOR ATRIZ – DRAMA
Emma Corrin (The Crown)
Olivia Colman (The Crown)
Jodie Comer (Killing Eve)
Laura Linney (Ozark)
Sarah Paulson (Ratched)

MELHOR ATOR – DRAMA
Al Pacino (Hunters)

Bob Odenkirk (Better Call Saul)
Jason Bateman (Ozark)
Josh O’Connor (The Crown)
Matthew Rhys (Perry Mason)

MELHOR ATRIZ – COMÉDIA/MUSICAL
Catherine O’Hara (Schitt’s Creek)

Elle Fanning (The Great)
Jane Levy (Zoey’s Extraordinary Playlist)
Kaley Cuoco (The Flight Attendant)
Lily Collins (Emily in Paris)

MELHOR ATOR – COMÉDIA/MUSICAL
Don Cheadle (Black Monday)
Eugene Levy (Schitt’s Creek)
Jason Sudeikis (Ted Lasso)
Nicholas Hoult (The Great)
Ramy Youssef (Ramy)

MELHOR ATRIZ – MINISSÉRIE/ANTOLOGIA/TELEFILME
Cate Blanchett (Mrs. America)

Daisy Edgar-Jones (Normal People)
Shira Haas (Nada Ortodoxa)
Nicole Kidman (The Undoing)
Anya Taylor-Joy (O Gambito da Rainha)

MELHOR ATOR – MINISSÉRIE/ANTOLOGIA/TELEFILME
Bryan Cranston (Your Honor)

Ethan Hawke (The Good Lord Bird)
Hugh Grant (The Undoing)
Jeff Daniels (The Comey Rule)
Mark Ruffalo (I Know This Much is True)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE – SÉRIE/MINISSÉRIE/ANTOLOGIA/TELEFILME
Annie Murphy (Schitt’s Creek)

Cynthia Nixon (Ratched)
Gillian Anderson (The Crown)
Helena Bonham Carter (The Crown)
Julia Garner (Ozark)

MELHOR ATOR COADJUVANTE – SÉRIE/MINISSÉRIE/ANTOLOGIA/TELEFILME
Brendan Gleeson (The Comey Rule)

Daniel Levy (The Comey Rule)
Donald Sutherland (The Undoing)
Jim Parsons (Hollywood)
John Boyega (Small Axe)

Um comentário em “Os indicados ao Globo de Ouro 2021

  1. Pingback: Os indicados ao Screen Actors Guild Awards 2021 | Cinema e Argumento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: