Os indicados ao Screen Actors Guild Awards 2021

Em feito inédito, Chadwick Boseman recebeu quatro indicações ao Screen Actors Guild Awards 2021, duas delas por Destacamento Blood, filme de Spike Lee antes ignorado pelo Globo de Ouro.

Ainda que não tenha constrangimentos como aqueles proporcionados pela lista do Globo de Ouro, o Screen Actors Guild Awards apresentou hoje (04) os seus indicados provando mais uma vez que criatividade e boas descobertas deixaram de pautar os prêmios que antecedem o Oscar. Tudo é basicamente sobre tentar prever as escolhas da Academia. Créditos devem ser dados para a reparação com Destacamento Blood, filme de Spike Lee ignorado pelo Globo de Ouro, e pelo reconhecimento a Minari, que parecia circunscrito às associações de críticos, mas estamos diante de mais do mesmo e de uma seleção distante daquilo que o SAG já foi capaz de garimpar com indicações como a de Sarah Silverman, em 2015, por I Smile Back, um drama muito pequeno e pouco visto que caiu na graça dos votantes, ou como a de Emile Hirsch, em 2008, por Na Natureza Selvagem, que não concorreu ao Oscar, ao Globo de Ouro ou ao BAFTA de melhor ator.

Baterei na tecla da falta de criatividade ao longo desta temporada porque oportunidades não faltaram em tempos de pandemia para que descobertas fossem feitas. Por que não indicar, por exemplo, Julia Garner como melhor atriz por A Assistente ao invés de Amy Adams, que faz o que pode no problemático Era Uma Vez Um Sonho? Por mais que pese a admiração e o carinho que os atores tenham por Amy, fica muito claro que, no frigir dos ovos, a alternativa é sempre o lugar-comum de indicar alguma produção da Netflix, mesmo quando elas são bastante questionáveis, como é o caso do filme dirigido por Ron Howard. Assim como vem acontecendo com o BAFTA, o SAG confirma sua descaracterização como premiação, o que deixa a temporada mais desinteressante, repetitiva e desestimulante. Que os vencedores possam mudar esse cenário!

Por fim, mas não menos importante, o Screen Actors Guild Awards 2021 já está marcado por eternizar o nome de Chadwick Boseman. O ator que nos deixou prematuramente em agosto do ano passado tem quatro indicações ao prêmio, um feito até então inédito. Por Destacamento Blood e A Voz Suprema do Blues, Boseman concorre tanto individualmente quanto como melhor elenco. É o reconhecimento a uma carreira que ganhava grande tração e que foi interrompida tão abruptamente pela morte do ator. No dia 4 de abril, quando o SAG revela seus vencedores, saberemos se alguma dessas indicações será convertida em prêmio.

Confira abaixo a lista completa de indicados:

CINEMA

MELHOR ELENCO
Os 7 de Chicago

Destacamento Blood
Minari
Uma Noite em Miami…
A Voz Suprema do Blues

MELHOR ATRIZ
Amy Adams (Era Uma Vez um Sonho)

Carey Mulligan (Bela Vingança)
Frances McDormand (Nomadland)
Vanessa Kirby (Pieces of a Woman)
Viola Davis (A Voz Suprema do Blues)

MELHOR ATOR
Anthony Hopkins (Meu Pai)

Chadwick Boseman (A Voz Suprema do Blues)
Gary Oldman (Mank)
Riz Ahmed (O Som do Silêncio)
Steven Yeun (Minari)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Glenn Close (Era Uma Vez um Sonho)

Helena Zengel (Relatos do Mundo)
Maria Bakalova (Borat: Fita de Cinema Seguinte)
Olivia Colman (Meu Pai)
Yuh-Jung Yeun (Minari)

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Chadwick Boseman (Destacamento Blood)
Daniel Kaluuya (Judas e o Messias Negro)
Jared Leto (The Little Things)
Leslie Odom Jr. (Uma Noite em Miami…)
Sacha Baron Cohen (Os 7 de Chicago)

SÉRIES, MINISSÉRIES E TELEFILMES

MELHOR ELENCO – DRAMA
Better Call Saul

Bridgerton
The Crown
Lovecraft Country
Ozark

MELHOR ELENCO – COMÉDIA
Dead to Me
The Flight Attendant
The Great
Schitt’s Creek
Ted Lasso

MELHOR ATRIZ – DRAMA
Gillian Anderson (The Crown)

Emma Corrin (The Crown)
Julia Garner (Ozark)
Laura Linney (Ozark)
Olivia Colman (The Crown)

MELHOR ATOR – DRAMA
Bob Odenkirk (Better Call Saul)

Jason Bateman (Ozark)
Josh O’Connor (The Crown)
Regé-Jean Page (Bridgerton)
Sterling K. Brown (This is Us)

MELHOR ATRIZ – COMÉDIA
Annie Murphy (Schitt’s Creek)

Catherine O’Hara (Schitt’s Creek)
Christina Applegate (Dead to Me)
Kaley Cuoco (The Flight Attendant)
Linda Cardellini (Dead to Me)

MELHOR ATOR – COMÉDIA
Daniel Levy (Schitt’s Creek)

Eugene Levy (Schitt’s Creek)
Nicholas Hoult (The Great)
Jason Sudeikis (Ted Lasso)
Ramy Yousef (Ramy)

MELHOR ATRIZ – MINISSÉRIE/TELEFILME
Anya Taylor-Joy (O Gambito da Rainha)

Cate Blanchett (Mrs. America)
Kerry Washington (Little Fires Everywhere)
Michaela Coel (I May Destroy You)
Nicole Kidman (The Undoing)

MELHOR ATOR – MINISSÉRIE/TELEFILME
Bill Camp (O Gambito da Rainha)

Daveed Diggs (Hamilton)
Ethan Hawke (The Good Lord Bird)
Hugh Grant (The Undoing)
Mark Ruffalo (I Know This Much is True)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: