Um globo popular e mediano

Gervais: decepção.

Os grandes vencedores da noite foram Avatar, Up – Altas Aventuras e… Coração Louco! Cada um com dois prêmios cada. Só isso já comprova como a temporada de premiações está descentralizada esse ano. O longa de James Cameron é sim o grande favorito ao Oscar – mas, veja bem, quando não existem categorias técnicas a serem consideradas, o filme fica no mesmo nível de seus outros concorrentes. A distribuição de prêmios fica quase igualitária.

Fiquei com a impressão de ver um Globo de Ouro muito bagunçado, onde os votantes não parecem estar seguros de seus votos. Ora, o que vimos na noite desse domingo foi uma festa feita justamente para agradar o público. Avatar, o sucesso do momento, é o vencedor principal. Sandra Bullock, queridinha de muita ganete, ganha prêmio de atriz em drama. Robert Downey Jr. consegue uma inesperada vitória pela aventura Sherlock Holmes. E, pra completar, o sucesso de Se Beber, Não Case! sobe à cabeça dos votantes – que o definiram como a melhor comédia do ano. E, ainda na TV, a badalada Glee fez a felicidade dos fãs ao ganhar na sua categoria principal. Será que o Oscar vai seguir o mesmo perfil?

Sem mais enrolações, faço abaixo rápidos comentários aleatórios sobre a festa de ontem:

  • Já vi gente torcendo o nariz para Avatar depois do Globo de Ouro. Mas, essas pessoas já podem ir quebrando logo o nariz, o filme é o grande favorito e duvido muito que alguém roube esse posto dele.
  • O prêmio para Se Beber, Não Case! é irrelevante. É óbvio que, mesmo com bilheteria e apoio, o filme não chega entre os dez indicados ao Oscar. A vitória só serviu pra deixar Nine no chinelo mesmo. A equipe do filme de Rob Marshal deveria se envergonhar depois de ontem…
  • A vitória de Sandra Bullock, ao contrário do que muita gente pensa, só fortaleceu Meryl Streep. Bullock não leva Oscar de qualquer jeito (e nenhum outro prêmio relevante nessa temporada) e agora que Mulligan perdeu o Globo de Ouro, a jovem atriz inglesa também está fadada a perder o SAG. E o BAFTA não conta no caso de Mulligan, né? Ou seja, o suspense que poderia ter sido criado (Streep com GG e SAG e Mulligan com GG e BAFTA) se dissolveu completamente.
  • Já posso dar adeus para as chances que eu imaginava que Julianne Moore teria… Direito de Amar passou batido – incluindo a soberba trilha de Abel Korzeniowski.
  • Outro prêmio irrelevante: Robert Downey Jr. Ele não vai chegar a lugar nenhum mesmo.
  • A canção de Coração Louco pode muito bem nem ser indicada ao Oscar. A última música que ganhou GG e foi indicada ao Oscar foi Into the West, de O Senhor dos Anéis – O Retorno do Rei.

15 comentários em “Um globo popular e mediano

  1. Foi um Globo de Ouro previsível e popular. E esperava mais do Ricky Gervais, o achei muito chato em algumas partes, o que é uma pena, o acho um ótimo comediante. A única surpresa foi a vitória do Robert Downey Jr., adoro ele e realmente está numa fase invejável, mas estar melhor que o Joseph Gordon-Levitt? E “Nine” já pode dizer adeus as categorias principais do Oscar. ;)

  2. Avatar só vai “levar tudo”, se só contarmos as premiações de maior relevância, pois se formos contar as dezenas de premiações menores também, este foi apenas o seu segundo prêmio de melhor filme. Quem Que Ser Um Milionário? dominou essas premiações pequenas no ano passado também. Embora eu admita que uma premiação grande pode influenciar muito mais uma outra premiação importante como o Oscar.

  3. Luis Galvão, nem senti tanta falta de algum prêmio para “Guerra ao Terror”. Admiro demais o trabalho da Kathryn Bigelow como diretora, mas, sinceramente, não acho que o filme mereça maiores celebrações.

    Vinnie, “Quem Quer Ser Um Milionário?” levava tudo ano passado e acabou com o Oscar em mãos. Acredito que o mesmo vá acontecer com “Avatar”. E, pra falar bem a verdade, estou nem aí para o segmento de melhor filme-direção esse ano. Todos os concorrentes me parecem muito desinteressantes. Prefiro acompanhar as outras categorias (principalmente as de atuação), essas sim com ótimos aspectos.

    Reinaldo, o SAG normalmente é prêmio de geriatria (achei um absurdo a Julia Christie ter vencido de Marion Cotillard ou a Ruby Dee ter vencido de Cate Blanchett, por exemplo) ou de celebração de carreiras. A Bullock tem um retrospecto bom, mas não o suficiente para tornar a atriz mais respeitável para um prêmio como esses. A caminhada dela, rumo ao “sim, ela merece” começa agora. Quem sabe, depois de certo tempo, ela não ganha? A Julia Roberts, com quem Bullock é tão comparada, não ganhou Oscar de cara… Foi vencer só na terceira indicação.

    Brenno, eu também tenho esse pensamento meio “radical”. Ainda não vi o desempenho de Mo’Nique e posso estar me enganando… Mas mesmo que a coadjuvante de “Preciosa” vença, sempre fica no fundo aquele pensamento: “mas, poxa, a Julianne Moore merecia vencer faz tanto tempo…”

    Diego, eu não acho que “Guerra ao Terror” tenha essa força toda que estão dizendo por aí. E nada me tira da cabeça que ele só está tendo esse sucesso entre a crítica porque é dirigido por uma mulher. Posso estar falando besteira, mas acho que o filme não teria metade da repercussão que está tendo se fosse dirigido por um homem. Mas, eu já aceitei: “Avatar” vai vencer tudo mesmo.

    Luís, a Academia já deixou de premiar Streep tantas vezes porque realmente não tinha oportunidade de premiá-la (a derrota para Helen Mirren foi justa, assim como ano passado para Winslet, por exemplo)… E, dessa vez, tem uma grande chance de dar o prêmio pra ela de maneira justa, já que o prêmio não está em débito com nenhuma das indicadas, a não ser com a própria Streep. Vai ser muito errado da parte deles deixarem de aproveitar essa perfeita oportunidade.

    Aline, eu ainda não vi o filme dela, mas eu concordo com algo do teu comentário: a Bullock tem essa cara de rosto de comédia e isso é um grande obstáculo para ela. Será que as premiações realmente enxergam ela como uma atriz de drama em “O Lado Cego”? Quero dizer, enxergam o suficiente para consagrá-la com estatuetas? E ah, mas o Oscar tu vai assistir conosco o/

    Pedro, e não é verdade? =P

    Vinícius, sorte que eu sempre falo o que penso antes dos prêmios sairem. Muito antes do GG eu já anunciei que “Avatar” não tinha a minha torcida, bem como ano passado sempre comentei que “Quem Quer Ser Um Milionário?” não merecia aquela penca de Oscars. E vou assistir “Se Beber, Não Case!” ainda essa semana. Quero só ver se foi loucura do GG mesmo.

    Cleber, no geral, a festa foi bem morna mesmo…

    Kamila, eu não confio muito no SAG não… Acho um prêmio meio tendencioso. E também não o levo muito a sério, já que cometeu absurdos de não premiar elencos impecáveis como o de “As Horas” e “Dúvida”. Quanto aos indicados de canção, eu não duvido nada. Essa costuma ser a PIOR seleção da Academia. E em anos anteriores eu sempre achava que diversas canções eram certas no Oscar. “Guaranteed”, “The Wrestler”…

  4. Seu raciocínio sobre a categoria de Melhor Atriz faz MUITO sentido, até porque Sandra Bullock nem indicada ao BAFTA foi e isso, no caso de uma vitória da Meryl Streep lá, vai fazer com que ela perca muito desse momento favorável que está surgindo para ela.

    Eu ainda acredito que o SAG vai ser o grande fiel da balança nessa disputa. Quem ganhar lá, pra mim, vence o Oscar.

    E acho MUITO difícil que a música de “Crazy Heart” fique de fora do Oscar. Apesar desse retrospecto negativo, a canção é a favorita para vencer no prêmio da Academia e eu conto que a AMPAS não vai cometer o erro de não indicá-la.

  5. Eu particularmente diria bem abaixo do mediano, alem de Gervais não ter sido seu melhor desempenho, além dos vencedores nem um pouco agradaveis!

  6. Acho que muitas pessoas tem uma tendência a mudar sua opinião sobre determinada obra após essas premiações, por isso também acredito que alguns devem quebrar a cara com “Avatar”. Disse bem: prêmio irrelevante para “Se Beber Não Case” (e não merecido, para mim). Mulligan já era mesmo e Streep deve seguir sem muita concorrência. E a trilha de “Direito de Amar” talvez seja minha favorita do ano, mas gostei de “Up” mesmo assim.

  7. Poder ela pode, mas não merece… não sei pq mas ela não consegue me convencer…parece sempre aquela atriz de comédias românticas bobas…

    Matheus, estou aqui me atualizando sobre o globo de ouro já que não pude ficar assistindo com vcs! bj

  8. Acredito que a onda recente de indicações e prêmios que Bullock tem recebido a colocará na lista das indicadas ao Oscar 2010. No entanto, será que a Academia a preferirá a Meryl Streep?

    Não entendo porque todos têm criticado o prêmio que Bullock recebeu. Se até a Gwyneth Paltrow ganhou seu Oscar, porque Bolluck não pode receber um Critics e um Golden Globe? -_-

  9. É fato que Avatar é um dos favoritos ao Oscar, até mesmo antes do Globo de Ouro. Mas ainda acredito (e tenho fé) de que pelo menos Cameron não leva a estatueta de direção. Torço muito para a ex-esposa dele, Bigelow, faturar a estatueta. Até porque é bem mais merecido do que pelo seu trabalho em Avatar.

    Verdade seja dito, Avatar é bom, é. Rrpesenta uma espécie de revolução no cinema? Sim. Mas dar um prêmio só por isso iria contra o bom senso, não? O Globo de Ouro é uma piada, sempre foi e sempre vai ser. Os filmes têm chances de vencer o Oscar, claro que tem. Avatar pode vencer? Pode. Mas antes do GG ele já tinha chances.

    A diferença que o GG fez é que agora sabemos exatamente aonde está a briga: Guerra ao Terror e Avatar. Pelo que parece, Amor Sem Escalas vai ficar com o prêmio de roteiro adaptado como consolação mesmo (e nem isso merece).

    Até :D

  10. Pois é Matheus vc está certo. Só acho que o seu cálculo beneficiando a Meryl Streep está um pouco precepitado. Aguardemos. E acho que ela não vai ganhar o SAG não. ABS

  11. mas Avatar ainda me parece um Babel, O Aviador, Brokebak… dentre outros… preciso explicar qual a semelhança que eu acho que ele terá com esses filmes?

  12. Com certeza, se Avatar for o grande vencedor do Oscar, deve levar mais prêmios que o maravilhoso “Slumdog”… mas isso por ser um filme muito mais técnico… agora, esse parece ser aquele tipo de filme que não me faz acreditar de jeito nenhum em uma vitória em Melhor Filme, por exemplo, mesmo entrando de vez na disputa depois de um globo de ouro que deixou a desejar como o de ontem. Ele é o filme que eu só vou acreditar que ganha, depois de ver ganhar mesmo! Mas aí se me perguntarem quem bate Avatar, eu olho pra Guerra ao Terror e Amor Sem Escalas, e não vejo tanta força neles assim, apesar de achar que eles têm mais cara de melhor filme que o filme de Cameron. Então, sinceramente, eu já não sei mais de nada, ganhe quem ganhar entre esses filmes que não me parecem nem favoritos nem merecedores, nenhum deles. Azar…

  13. Concordo com seus comentários, os votantes pareciam querer dividir o bolo em mais partes que ele aguentava. Esqueçeram de ‘Hurt Locker’ (para mim o concorrente direto de ‘Avatar’), e premiaram ‘Se Beber Não Case’ apenas por causa da bilheteria (assim também como aconteceu com Bullock). Acredito que Cameron deva levar tudo mesmo no Oscar, e ‘Avatar’ ganhar em certas categorias que até mesmo o queridinho ‘Slumdog’ não ganhou ano passado. O que sobrar, vai ser dividido entre o longa de Bigelow, Tarantino e Reitman.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: