Os indicados ao BAFTA 2020

Coringa lidera a lista do BAFTA 2020 com 11 indicações. Cerimônia acontece no dia 2 de fevereiro.

Já expressei em diversas ocasiões o quanto gosto do BAFTA, uma premiação que, durante muitos anos, foi autêntica e surpreendente (para quem duvida, há provas cabais aqui e aqui), mas, com a lista divulgada hoje (07) fica difícil defender a academia britânica, mesmo com muito esforço. Não é de hoje que o BAFTA vem se descaracterizando, tentando, assim como tantas outras premiações, ser somente mais uma prévia do Oscar. No entanto, é mesmo preocupante a seleção de 2020, onde não há qualquer vestígio de representatividade em um ano com elogiadas performances de atores negros no radar (Cynthia Erivo com Harriet, Lupita Nyong’o com Nós, citando as mais cotadas) e também vários filmes dirigidos por mulheres (Lulu Wang com The Farewell, Greta Gerwig com Adoráveis Mulheres). Tudo é muito branco e masculino, reafirmando o consumo cinematográfico de viés machista e racista de um eleitorado que coloca todos esses filmes em categorias técnicas ou de produção em língua não-inglesa, mas nunca na disputa de melhor filme, direção ou de interpretações.

É péssima também a estreia da categoria de melhor elenco, antes uma novidade a ser comemorada. Como, por exemplo, Dois Papas e Coringa concorrem munidos de somente dois ou três atores de destaque enquanto outros títulos que são claramente melhores definições de um excelente trabalho de elenco são sequer citados? Onde foi parar a ideia de celebrar o coletivo e não apenas uma dupla ou um trio, facilmente contempláveis em categorias individuais de interpretação? Com Coringa liderando a lista com 11 indicações, seguido de longas que já vimos em tantas outras seleções e de ajustes preguiçosos (Margot Robbie com indicação dupla?), o BAFTA logo antecipou a polêmica e emitiu um comunicado dizendo que o problema da falta de representatividade é anterior e que o prêmio só reflete um enorme buraco da indústria. É uma desculpa com seu fundo de verdade, mas incapaz de eximir a culpa de uma premiação que, como parte de celebração à indústria, também tem papel fundamental na missão de disseminar mudanças.

Os vencedores do BAFTA serão conhecidos no dia 2 de fevereiro. Confira abaixo a lista completa de indicados:

MELHOR FILME
1917
Coringa
Era Uma Vez Em… Hollywood
O Irlandês
Parasita

MELHOR DIREÇÃO
Bong Joon-ho (Parasita)
Martin Scorsese (O Irlandês)
Quentin Tarantino (Era Uma Vez Em… Hollywood)
Sam Mendes (1917)
Todd Phillips (Coringa)

MELHOR ATRIZ
Charlize Theron (O Escândalo)
Jessie Buckley (As Loucuras de Rose)
Renée Zellweger (Judy: Muito Além do Arco-Íris)
Saoirse Ronan (Adoráveis Mulheres)
Scarlett Johansson (História de Um Casamento)

MELHOR ATOR
Adam Driver (História de Um Casamento)
Joaquin Phoenix (Coringa)
Jonathan Pryce (Dois Papas)
Leonardo Dicaprio (Era Uma Vez Em… Hollywood)
Taron Egerton (Rocketman)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Florence Pugh (Adoráveis Mulheres)
Laura Dern (História de Um Casamento)
Margot Robbie (O Escândalo)
Margot Robbie (Era Uma Vez Em… Hollywood)
Scarlett Johansson (Jojo Rabbit)

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Al Pacino (O Irlandês)
Anthony Hopkins (Dois Papas)
Brad Pitt (Era Uma Vez Em… Hollywood)
Joe Pesci (O Irlandês)
Tom Hanks (Um Lindo Dia na Vizinhança)

MELHOR ELENCO
Coringa
Dois Papas
Era Uma Vez Em… Hollywood
História de um Casamento
The Personal History Of David Copperfield

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Entre Facas e Segredos
Era Uma Vez em… Hollywood
Fora de Série
História de Um Casamento
Parasita

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Adoráveis Mulheres
Coringa
Dois Papas
O Irlandês
Jojo Rabbit

MELHOR TRILHA SONORA
1917
Adoráveis Mulheres
Coringa
Jojo Rabbit
Star Wars: A Ascensão Skywalker

MELHOR FOTOGRAFIA
1917
Coringa
O Farol
Ford vs Ferrari
O Irlandês

MELHOR MONTAGEM
Coringa
Era Uma Vez em… Hollywood
Ford vs Ferrari
O Irlandês
Jojo Rabbit

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO
1917
Coringa
Era Uma Vez em… Hollywood
O Irlandês
Jojo Rabbit

MELHOR FIGURINO
Adoráveis Mulheres
Era Uma Vez Em… Hollywood
O Irlandês
Jojo Rabbit
Judy: Muito Além do Arco-Íris

MELHOR MAQUIAGEM E PENTEADOS
1917
Coringa
O Escândalo
Judy: Muito Além do Arco-Íris
Rocketman

MELHOR SOM
1917
Coringa
Ford vs Ferrari
Rocketman
Star Wars: A Ascensão Skywalker

MELHORES EFEITOS VISUAIS
1917
O Irlandês
O Rei Leão
Star Wars: A Ascensão Skywalker
Vingadores: Ultimato

MELHOR FILME BRITÂNICO
1917
Dois Papas
Bait
For Sama
Rocketman
Você Não Estava Aqui

MELHOR FILME EM LÍNGUA NÃO-INGLESA
Dor e Glória
The Farewell
For Sama
Parasita
Retrato de uma Jovem em Chamas

MELHOR DOCUMENTÁRIO
American Factory
Apollo 11
Diego Maradona
The Great Hack

For Sama

MELHOR ANIMAÇÃO
Frozen 2
Klaus
Shaun, o Carneiro: Aliens
Toy Story 4

MELHOR ESTREIA DE UM DIRETOR, PRODUTOR OU ROTEIRISTA BRITÂNICO
Bait (Mark Jenkin, diretor e roteirista; Kate Byers; Linn Waite, produtor)
For Sama (Waad Al-Kateab, diretor e produtor; Edward Watts, diretor)
Maiden (Alex Holmes, diretor)
Only You (Harry Wootliff, roteirista e diretor)
Retablo (Álvaro Delgado-Aparicio, roteirista e diretor)

MELHOR CURTA BRITÂNICO
Azaar
Goldfish
Kamali
Learning To Skateboard In A Warzone (If You’re A Girl)
The Trap

MELHOR CURTA BRITÂNICO (ANIMAÇÃO)
Grandad Was a Romantic
In Her Boots
The Magic Boat

EE RISING STAR AWARD – Estrela em ascensão
Awkwafina
Jack Lowden
Kaitlyn Dever
Kelvin Harrison Jr.
Micheal Ward

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: