Os indicados ao Globo de Ouro 2020

História de Um Casamento lidera a lista de indicações ao Globo de Ouro 2020. Ao todo, Netflix também domina o ano como um todo: com quatro filmes, acumula 17 indicações ao prêmio.

Abrindo a temporada dos prêmios televisionados, o Globo de Ouro anunciou hoje (09) a sua lista de indicados para a cerimônia que será realizada no próximo dia 5 de janeiro. Se há uma tendência inegável confirmada pela Hollywood Foreign Press Association é a de que a Netflix terá um desempenho muito consistente pelos próximos meses. Além de História de Um Casamento liderar a lista com seis indicações, a plataforma de streaming chega na disputa com O IrlandêsDois PapasMeu Nome é Dolemite, somando, ao todo, 17 indicações ao prêmio. A estatística dispara na frente da Sony, por exemplo, que fica em segundo lugar na lista com somente oito menções.

Em um ano disputado nos dramas, onde novamente um filme de língua não-inglesa ganha amplo espaço e adoração (o extraordinário Parasita), temos também um novo filme inspirado no universo de quadrinhos concorrendo na categoria principal (Coringa, que recupera forças na corrida após uma temporada sofrendo todo tipo de problematização e que dá sequência à lembrança de Pantera Negra no ano passado). Vale registrar também a falta de cineastas mulheres na categoria de direção (mais uma vez!) e o fato de Adoráveis Mulheres, de Greta Gerwig, não ter caído nas graças dos votantes. Se o Brasil não conseguiu emplacar indicação em filme estrangeiro com A Vida Invisível, ao menos há de se comemorar o amplo reconhecimento a Dois Papas, de Fernando Meirellesnas categorias principais.

No segmento de minisséries, é criminoso o esquecimento de When They See Us, poderoso trabalho de Ava DuVernay que sequer conseguiu uma indicação para o grande desempenho de Jharrel Jerome. Igualmente frustrante é ver Watchmen solenemente ignorada: um dos seriados mais marcantes do ano, o programa criado por Damon Lindelof merecia, no mínimo, uma indicação de melhor atriz para Regina King e outra de atriz coadjuvante para Jean Smart. Não ter Watchmen e testemunhar uma indicação para a problemática segunda temporada de Big Little Lies? Difícil engolir tanta preguiça. Particularmente, ainda elenco uma terceira decepção: a ausência de Years and Years, coprodução da HBO com a BBC que traz uma assombrosa projeção do futuro, baseada em tudo que já vivemos de mais insano no plano político e social. 

Confira abaixo a lista completa de indicados:

CINEMA

MELHOR FILME – DRAMA
1917
Coringa
Dois Papas
História de Um Casamento
O Irlandês

MELHOR FILME – COMÉDIA/MUSICAL
Entre Facas e Segredos
Era Uma Vez Em… Hollywood
Jojo Rabbit
Meu Nome é Dolemite
Rocketman

MELHOR DIREÇÃO
Bong Joon-ho (Parasita)
Martin Scorsese (O Irlandês)
Quentin Tarantino (Era Uma Vez Em… Hollywood)
Sam Mendes (1917)
Todd Phillips (Coringa)

MELHOR ATRIZ – DRAMA
Charlize Theron (O Escândalo)
Cynthia Erivo (Harriet)
Renée Zellweger (Judy: Muito Além do Arco-Íris)
Saoirse Ronan (Adoráveis Mulheres)
Scarlett Johansson (História de Um Casamento)

MELHOR ATOR – DRAMA
Adam Driver (História de Um Casamento)
Antonio Banderas (Dor e Glória)
Christian Bale (Ford vs Ferrari)
Joaquin Phoenix (Coringa)
Jonathan Pryce (Dois Papas)

MELHOR ATRIZ – COMÉDIA/MUSICAL
Ana de Armas (Entre Facas e Segredos)
Awkwafina (The Farewell)
Beanie Feldstein (Fora de Série)
Cate Blanchett (Cadê Você, Bernadette?)
Emma Thompson (Late Night)

MELHOR ATOR – COMÉDIA/MUSICAL
Daniel Craig (Entre Facas e Segredos)
Eddie Murphy (Meu Nome é Dolemite)
Leonardo DiCaprio (Era Uma Vez Em… Hollywood)
Roman Griffin Davis (Jojo Rabbit)
Taron Egerton (Rocketman)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Annette Bening (O Relatório)
Kathy Bates (Richard Jewell)
Jennifer Lopez (As Golpistas)
Laura Dern (História de Um Casamento)
Margot Robbie (O Escândalo)

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Al Pacino (O Irlandês)
Anthony Hopkins (Dois Papas)
Brad Pitt (Era Uma Vez Em… Hollywood)
Joe Pesci (O Irlandês)
Tom Hanks (Um Lindo Dia na Vizinhança)

MELHOR ROTEIRO
Dois Papas
Era Uma Vez Em… Hollywood
História de Um Casamento
O Irlandês
Parasita

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
Dor e Glória (Espanha)
The Farewell (Estados Unidos)
Les Misérables (França)
Retrato de uma Jovem em Chamas (França)
Parasita (Coréia do Sul)

MELHOR ANIMAÇÃO
Como Treinar Seu Dragão 3
Frozen 2
Link Perdido
O Rei Leão
Toy Story 4

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
“Beautiful Ghosts” (Cats)
“(I’m Gonna) Love Me Again” (Rocketman)
“Into the Unknown” (Frozen 2)
“Spirit” (O Rei Leão)
“Stand Up” (Harriet)

MELHOR TRILHA SONORA
1917
Adoráveis Mulheres
Brooklyn – Sem Pai Nem Mãe
Coringa
História de Um Casamento

SÉRIES, MINISSÉRIES E TELEFILMES

MELHOR SÉRIE – DRAMA
Big Little Lies
The Crown
Killing Eve
The Morning Show
Succession

MELHOR SÉRIE – COMÉDIA/MUSICAL
Barry
Fleabag
The Kominsky Method
The Marvelous Mrs. Maisel
The Politician

MELHOR MINISSÉRIE/TELEFILME
Catch-22
Chernobyl
Fosse/Verdon
The Loudest Voice
Unbelievable

MELHOR ATRIZ – DRAMA
Jennifer Aniston (The Morning Show)
Jodie Comer (Killing Eve)
Nicole Kidman (Big Little Lies)

Olivia Colman (The Crown)
Reese Witherspoon (The Morning Show)

MELHOR ATOR – DRAMA
Billy Porter (Pose)
Brian Cox (Succession)

Kit Harington (Game of Thrones)
Rami Malek (Mr. Robot)
Tobias Menzies (The Crown)

MELHOR ATRIZ – COMÉDIA/MUSICAL
Christina Applegate (Dead to Me)
Kirsten Dunst (On Becoming a God in Central Florida)
Natasha Lyonne (Russian Doll)
Phoebe Waller-Bridge (Fleabag)
Rachel Brosnahan (The Marvelous Mrs. Maisel)

MELHOR ATOR – COMÉDIA/MUSICAL
Ben Platt (The Politician)
Bill Hader (Barry)
Michael Douglas (The Kominsky Method)

Paul Rudd (Living with Yourself)
Ramy Youssef (Ramy)

MELHOR ATRIZ – MINISSÉRIE/TELEFILME
Helen Mirren (Catherine the Great)
Joey King (The Act)
Kaitlyn Dever (Unbelievable)

Merritt Wever (Unbelievable)
Michelle Williams (Fosse/Verdon)

MELHOR ATOR – MINISSÉRIE/TELEFILME
Christopher Abbott (Catch-22)
Jared Harris (Chernobyl)
Russell Crowe (The Loudest Voice)

Sacha Baron Cohen (The Spy)
Sam Rockwell (Fosse/Verdon)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE – SÉRIE/MINISSÉRIE/TELEFILME
Emily Watson (Chernobyl)
Helena Bonham Carter (The Crown)
Meryl Streep (Big Little Lies)
Patricia Arquette (The Act)

Toni Collette (Unbelievable)

MELHOR ATOR COADJUVANTE – SÉRIE/MINISSÉRIE/TELEFILME
Alan Arkin (The Kominsky Method)
Andrew Scott (Fleabag)
Henry Winkler (Barry)

Kieran Culkin (Succession)
Stellan Skarsgård (Chernobyl)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: