Melhores de 2010 – Atriz

Se justiça existisse nesse mundo, Meryl Streep teria levado o seu terceiro Oscar quando concorreu, esse ano, por Julie & Julia. Entretanto, a justiça teria sido ainda maior caso a jovem Carey Mulligan tivesse vencido o prêmio da Academia. Encantadora como Jenny, uma jovem que deixa de lado sua vida estudantil para aproveitar sua idade ao lado de um homem mais velho, Mulligan é uma das grandes revelações do ano. Em Educação, a britânica trabalha com sutilezas: a sua Jenny não é aquele tipo de jovem que chora, grita e esperneia. No entanto,  faz tudo diferente dos padrões comportamentais da época retrada no filme. Incorporando de forma categórica o amadurecimento da personagem, Mulligan estava lindamente radiante em cada minuto da projeção e nunca nos deixava esquecer que um talento promissor estava aparecendo ali. Uma revelação para ficar de olho.

ANNETTE BENING (Minhas Mães e Meu Pai)

Annette Bening demonstra pura versatilidade em Minhas Mães e Meu Pai. Ao contrário do que apontam por aí, a verdadeira protagonista do filme é Julianne Moore, mas Bening tem quase a mesma importância em cena. Representando a mãe responsável e que financia a casa, Bening, ao contrário de Moore, possui uma representação mais contida. A sua Nic fala com os olhos (e a cena do jantar, onde ela canta Joni Mitchell comprova isso), sempre tentando manter a ordem emocional na casa. Trabalho certeiro de uma atriz que entendeu por completo os propósitos de sua personagem

GABOUREY SIDIBE (Preciosa – Uma História de Esperança)

Gabourey Sidibe poderia chorar incansavelmente em Preciosa – Uma História de Esperança. Ora, a sua personagem é, possivelmente, a mais sofrida dos últimos tempos. Contudo, a novata Sidibe fez justamente o oposto: preferiu adquirir a simpatia do espectador como uma jovem que, apesar das dificuldades da vida, ainda quer encontrar esperança em tudo. A explosão de emoções está presente em uma cena ou outra, mas Sidibe, acertadamente, preferiu não vitimizar sua Claireece Precious Jones. Para uma novata, a atriz teve muita competência ao fazer uma ótima abordagem de uma figura que poderia cair no exagero nas mãos de outras profissionais.

JULIANNE MOORE (Minhas Mães e Meu Pai)

Se Annette Bening é a “razão” de Minhas Mães e Meu Pai, Julianne Moore é a emoção. Ao contrário da Nic de Bening, a Jules de Moore tem mais desenvoltura ao falar de sentimentos, expressar o que pensa e fazer aquilo que suas vontades pedem. Ela não está presa em regras. O melhor de tudo isso é que Julianne Moore não deixa que sua personagem pareça superficial ou até mesmo vilã só porque não é rígida nem mais esquemática como a figura de Bening. A atriz conquista o espectador e trabalha, com seu talento habitual, uma caracterização verdadeira e sincera. Deveria receber  também todas as honrarias que sua companheira de tela vem recebendo nas premiações.

ABBIE CORNISH (Brilho de Uma Paixão)

Passando despercebida em filmes como Um Bom Ano e Elizabeth – A Era de Ouro, Abbie Cornish tem em Brilho de Uma Paixão o seu primeiro grande papel. O filme de Jane Campion dividiu opiniões, mas o talento de Cornish nunca foi questionado. Também não é para menos: assemelhando-se muito com o estilo de Carey Mulligan em Educação, a atriz representou com sutilezas a sua personagem jovem e apaixonada. Num ano em que as revelações foram destaques no mundo das atrizes, Cornish conseguiu ficar entre as melhores. Só a cena final de Brilho de Uma Paixão já é capaz de explicar o porquê.

_

Escolha do público:

1. Carey Mulligan (13 votos, 40.63%)

2. Gabourey Sidibe (6 votos, 18.75%)

3. Julianne Moore (6 votos, 18.75%)

4. Abbie Cornish (4 votos, 12.05%)

5. Annette Bening (3 votos, 9.38%)

7 comentários em “Melhores de 2010 – Atriz

  1. Fael, pena que, depois de “Educação”, a Carey só fez papeis chatinhos…

    Alyson, “fácil”? Acho que o papel da Gabourey é o mais difícil entre os que indiquei nessa categoria!

    Reinaldo, a Gabourey tá ótima!

    Mayara, exatamente!

    Alexsandro, não assisti ao filme da Giovanna Mezzogiorno =/

  2. Senti falta da Giovanna Mezzogiorno, destruidora em Vencer. Adoro a Mulligan, a Bening e a Moore. E menor escala, gosto da Cornish, a melhor coisa nesse Brilho de Uma Paixão, e da Sidibe, que acompanha a qualidade inquestionável do elenco de Preciosa. Uma ótima seleção.

  3. Lista impecável. Minha favorita também é a Mulligan, ela conseguiu trazer simpatia e identificação imediata com os dilemas que ela passa no filme, sem soar piegas. ;)

  4. Voto na Carey Mulligan. Não acho a dupla de “Minhas mães..” tudo isso e Gabourey Sidibe, embora se saia muito bem, acho ainda uma personagem mais “fácil” de ser ministrada. A Atriz de “Brilho enterno…” eu não a conheço, pois não vi o filme.

    Abraço!

    • Concordo com você quanto à personagem de Sidibe ser fácil de se ministrar. Sendo negra, obesa, doente, marginalizada naturalmente, agredida verbal e fisicamente pela mãe, sexualmente pelo pai – inevitável já não conseguir, sem qualquer atuação, apelo emocional junto ao público. Acrescente umas frases de impacto e tá garantido uma indicação.
      Considero que todos os personagens de Precious seja interessantíssimos; no entanto, não atribuo mérito às interpretações – quaisquer atrizes poderiam facilmente atingir a carga dramática que Sidibe ou Mo’Nique aparentam ter atingido.

      Mas gosto mais de Julianne Moore, a qual sempre é preterida pela Academia.

  5. Matheu, acho que teremos mais em comum nessa premiação do que eu imaginava. Concordo totalmente com avencedora. Carey Mulligan está ótima em “Educação”, é também a minha favorita do ano passado. Nossa seleção está quase idêntica (troque Annette Bennig por Noomi Rapace). Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: