Na coleção… O Código Da Vinci

Sinceramente, não entendo o porquê de terem metralhado tanto O Código Da Vinci. Na realidade, consigo enxergar várias razões para o filme ter desapontado o público – e confesso que, quando vi pela primeira vez também fiquei decepcionado – mas acho que elas são poucas para justificar a tamanha aversão que as audiências mundo afora tiveram com esse trabalho de Ron Howard. Baseado no estrondoso best-seller de Dan Brown, O Código Da Vinci abriu o festival de Cannes, onde começou a sua jornada de vaias e críticas negativas.

É certo que a acadêmica direção de Howard prejudicou esse filme. Enquanto o livro era extremamente dinâmico e movimentado, a versão cinematográfica se apoiou demais no didático para desenvolver a trama. Com medo de ser polêmico, o filme resolveu apaziguar algumas críticas (no final, tem um discurso enfadonho do protagonista sobre a validade de todas as opiniões, incluindo as científicas e religiosas) e foi para o caminho inverso do livro. Enquanto Dan Brown criticava de forma ferrenha a igreja, o longa de Howard resolveu apresentar os dois lados da moeda para que o espectador tire suas próprias conclusões.

O didático também não ficou apenas nesse aspecto, mas também no que se refere ao modo de contar a história. A duração é excessiva (a versão estendida tem quase três horas de duração!), o formato ação-repetina-com-diálogos-explicativos é a principal engrenagem e a divisão dos focos narrativos conferem a O Código Da Vinci um clima todo formulaico. No entanto, reclamações a parte, é um filme bem produzido – a fotografia é ideal e a trilha sonora de Hans Zimmer tem momentos excepcionais (a composição Chevaliers de Sangreal é uma das mais belas da última década).

Longe de ser um filme de aspectos grandiosos, O Código Da Vinci se sai bem dentro das limitações impostas pelo estilo quadrado do diretor Ron Howard. Entrega tudo bem mastigado, com situações bem delineadas e discussões interessantes. Claro que se formos comparar com a obra original ou com o que essa produção poderia ter realizado, o resultado é decepcionante. Contudo, O Código Da Vinci, apesar de suas limitações, tem sim um bom resultado. Com ressalvas, é claro. Mas sei que sou um estranho no ninho, já que não consigo ver esse filme todo errado que a maioria vê.

FILME: 8.0


8 comentários em “Na coleção… O Código Da Vinci

  1. É inacreditável que tu deu 8 para esse filme… Filme nao chega aos pés do livro.

  2. Robson, o livro é infinitamente melhor, mas eu também gosto do filme…

    Roberto, o problema é que o filme de “O Código Da Vinci” pega bem leve nas críticas com a igreja…

    Kamila, já eu não gosto muito de “Anjos e Demônios”!

    Kahlil, eu prefiro “O Código Da Vinci”.

    Luis Galvão, eu também gosto do Ron Howard e seu lado “didático”, mas acho que nesse filme foi demais…

    Cleber, filme injustiçado, né?

  3. Finalmente alguém que gosta desse filme, tanto quanto eu – é um filme interessante, e que me cria uma “tensão” – adoro ele.

  4. Pois eu já gosto desse lado bem ‘didático’ do Howard (adoro todos os seus filmes). Não é um obra genial, mas consegue entreter sim.

  5. Na verdade, o filme foi metralhado porque, ao contrário do que foi realizado em “Anjos e Demônios”, o trabalho de adaptação da obra do Dan Brown foi muito mal feito. Para não criticar somente isso, admito que o roteiro consegue condensar uma trama que é mais complexa, de forma até simples para o público, mas o livro, nesse caso, é bem melhor que o filme!

  6. O Código Da Vinci sofreu do mesmo problema de livros como A Paixão de Cristo, de Mel Gibson e Amén, de Costa-Gavras. Filmes que metralham a igreja católica e a religião de uma forma geral costumam ser massacrados pela crítica. Eu não sou um grande admirador do filme (acho o livro bastante superior), mas também achei demasiada a implicância na época de seu lançamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: