2009 argumentado

2009 foi um ano cinematográfico extremamente complicado para mim. Nunca me senti tão deslocado em relação ao público e à crítica. E essa sensação já tomou conta de mim logo no início do ano. Enquanto todos vibravam com os oito prêmios de Quem Quer Ser Um Milionário? no Oscar, eu assistia ao evento muito incomodado. Não gostava de ver um filme sendo tão celebrado enquanto outros, que eram igualmente competentes, ficavam preteridos por completo.

O ano passou e essa situação não mudou. Enquanto todo mundo venerava certas obras, eu apenas assistia a tudo de camarote, desaprovando a maioria das opiniões. E 2009 se encerrou assim. Bastardos Inglórios e Avatar foram louvados até o último fio de cabelo e eu fiquei aqui apenas apreciando um aspecto ou outro desses dois filmes. Mais uma vez, fui contra a maioria e desaprovei o resultado desses longas.

Mas, refletindo um pouco nesses últimos momentos de 2009, comecei a me perguntar se o problema não é comigo. Ora, não admirei Tarantino, Cameron nem Almodóvar e achei 2009 um dos anos mais fracos dos últimos tempos. Tá certo, já me falaram que sou crítico demais e que eu não consigo apreciar um filme de cabeça mais aberta ou de um jeito mais acessível. Talvez esse ano eu concorde um pouco com essas pessoas. Acho que o problema é realmente a minha exigência excessiva.

Espero que isso mude em 2010.

Encerro, então, o ano de 2009 aqui no Cinema e Argumento com esse pequeno desabafo.

Que o próximo ano seja repleto de bons filmes para nós, cinéfilos.

Mas que, principalmente, eu também possa participar mais desse ciclo de opiniões.

Feliz 2010!

Matheus Pannebecker.

11 comentários em “2009 argumentado

  1. Pedro, é, você não é mesmo =P e espero que essa seja só a minha “adolescência” cinematográfica mesmo.

    Jeniss, como eu disse no post, não gostei muito de 2009…

    Brenno, obrigado \o/ e feliz 2010 pra você também!

    Reinaldo, concordamos em bastante coisa, então!

    O Estrangeiro, acho que pouca coisa interessante apareceu em 2009…

    Vinícius, exatamente, mas não deixo de me sentir “isolado” por causa das minhas opiniões esse ano.

    Wally, 2010 vai ser ótimo, né?!

    Nando, muito obrigado! \o/

    O Embasbacado, adorei a frase que você citou!

    Weiner, eu também espero que 2010 seja melhor pra mim =P

  2. Isso de não entrar na onda da maioria é absolutamente normal, ainda que deixe muitos de queixo caído, Matheus. Eu mesmo já cheguei a te dizer que fiquei surpreendido por não curtir tanto “Bastardos Inglórios”, mas acho isto perfeitamente aceitável. Há mesmo algumas temporadas que não nos agradam em absoluto, e espero que 2010 seja um ano diferente pra você. =)

  3. Grande Matheus,

    com sinceridade, nao seja menos exigente. Se voce comecou um blog e se propoe a fazer criticas de filmes, eh porque uma chama misteriosa arde dentro de voce. Eh a chama dos pensadores, daqueles que duvidam das verdades e nadam contra a corrente, daqueles que lutam contra a unanimidade e que desconfiam da superficie.

    Nao se preocupe, continue levando a duvida onde ha feh. Se as minhas palavras nao bastam, quem sabe Nietzsche nao te convenca:

    “Nos indivíduos, a loucura é algo raro – mas nos grupos, nos partidos, nos povos, nas épocas, é regra.”

    E concordo com voce, 2009 foi um bem mediano.

    Abrac’os sinceros,
    Renan

  4. Não se preocupe Matheus, 2009 pra mim foi o pior ano cinematográfico da década. Contrariar público e crítica prova que você tem opinião, e eu não acho que você seja crítico demais ou tenha a cabeça fechada, pelo contrário, acho-o bastante equilibrado. Humm, experimente ver mais filmes que não sejam lançamentos do ano que certamente sua cinefilia se aprimorará…
    Um 2010 muito cinematográfico pra você!

  5. Acho que todos nós temos nossas divergências com outros blogueiros e críticos, mas o legal está justamente nisso, permite uma maior discussão que não existiria caso se todos pensassem da mesma forma. Um feliz 2010!

  6. e ae….

    isso acontece comigo com frequência.

    acho que é normal!

    mas eu achei 2009 um ano interessante para o cinema, sairam coisas bem boas… e algumas grandes decepções, é verdade.

    abs!

  7. Assim como vc não acho Avatar lá essas coisas e para mim Quem quer ser um milionário? não era sequer filme digno de Oscar. Só discordamos mesmo em relação aos últimos de Almodóvar e Tarantino, que para mim estão sim, entre os melhores do ano.
    No mais, não acho que vc tenha sido critico demais. Talvez os outros tenham sido criticos de menos. Fica esse adendo a sua reflexão.
    Grande abraço e feliz ano novo!

  8. como cinema, gostei bastante desse ano que acaba daqui a pouco (2005 foi o melhor ano do cinema nessa decada).

    mas passei por aqui para desejar-lhe um grandioso 2010. saúde, sucesso e muitos bons filmes, Matheus. abraço :)

  9. 2009 também foi o ano em que eu e você diferimos em praticamente todas as opiniões. Não sou mais o Pedro que você agradece ali ao lado, não mais daquela maneira.

    Passei por essa época também, de não concordar com praticamente ninguém enquanto todos louvavam esse ou aquele filme ou série (não posso mencionar qual porque me sentirei muito velho, haha). E não posso dizer que, após que saímos dessa fase de ‘limbo’, iremos concordar com a maioria dos críticos. Pelo menos não aconteceu comigo.

    Não acho que acontecerá contigo. Acho que você conseguirá enxergar mais coisas nos filmes, como aquelas que enxergo e escrevo no Filmow, por exemplo, que você mencionou e, na interseção de tudo isso, irá achar pontos em comum com alguns críticos.

    2009 foi sua adolescência cinematográfica.

    Bem-vindo à vida adulta de 2010. Happy New Year.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: