Os vencedores do BAFTA 2019

Olivia Colman foi a melhor atriz por A Favorita.

Ainda que seu eleitorado não seja necessariamente semelhante ao do Oscar, o BAFTA exerceu, na noite deste domingo (10), um papel muito interessante em termos de clarear os rumos para o prêmio concedido pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood. Por também consagrar filmes de língua inglesa e por estar na ativa desde os anos 1940 (o que lhe dá grandes credenciais com a indústria, que sempre voa até o Reino Unido para prestigiar a cerimônia), o BAFTA pode, ao menos, ser observado como o reflexo do pensamento de um grupo específico que, de certa maneira, está alinhado aqui ou ali com outras premiações em casos mais abertos e pontuais. Especialmente na corrida deste ano, que, até então, parecia não ter favoritos (muito em função da baixa média de qualidades dos concorrentes), os britânicos parecem assinalar caminhos muito óbvios, como o de Roma ser o filme a ser batido no Oscar 2019.

Tal constatação é possível porque o filme de Alfonso Cuarón faturou a categoria principal mesmo com A Favorita levando sete troféus para casa, alguns deles estratégicos (roteiro original e filme britânico, por exemplo). A vitória surpreende porque o BAFTA é uma premiação conhecida por seu bairrismo, ainda mais em anos onde filmes britânicos como A Favorita ganham grande repercussão no circuito mundial. Por outro lado, não devemos pensar que o Oscar de melhor atriz para Glenn Close está perdido com a consagração de Olivia Colman, que de fato brilha em A Favorita, mas que foi favorecida pela histórica falta de entusiasmo do BAFTA com Glenn (antes de A Esposa ela só havia concorrido nos 1980 com Ligações Perigosas, sem ter vencido) e pelo fato ser uma grande queridinha entre os votantes (esta é quarta estatueta da atriz, considerando as vitórias por TV). De resto, nas categorias principais, saem consolidados da cerimônia o mexicano Alfonso Cuarón também na categoria de melhor direção e a dupla Rami Malek (Bohemian Rhapsody) e Mahershala Ali (Green Book: O Guia), aparentemente imbatíveis entre as interpretações masculinas.

Confira abaixo a lista completa de vencedores do BAFTA 2019

MELHOR FILME: Roma
MELHOR DIREÇÃO: Alfonso Cuarón (Roma)
MELHOR ATRIZ: Olivia Colman (A Favorita)
MELHOR ATOR: Rami Malek (Bohemian Rhapsody)
MELHOR ATRIZ COADJUVANTE: Rachel Weisz (A Favorita)
MELHOR ATOR COADJUVANTE: Mahershala Ali (Green Book: O Guia)
MELHOR ROTEIRO ORIGINAL: A Favorita
MELHOR ROTEIRO ADAPTADO: Infiltrado na Klan
MELHOR FOTOGRAFIA: Roma
MELHOR FIGURINO: A Favorita
MELHOR MONTAGEM: Vice
MELHOR FILME BRITÂNICO: A Favorita
MELHOR ANIMAÇÃO: Homem-Aranha no Aranhaverso
MELHOR DOCUMENTÁRIO: Free Solo
MELHOR FILME ESTRANGEIRO: Roma
MELHOR MAQUIAGEM E PENTEADOS: A Favorita
MELHOR TRILHA SONORA: Nasce Uma Estrela
MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO: A Favorita
MELHOR SOM: Bohemian Rhapsody
MELHORES EFEITOS VISUAIS: Pantera Negra
MELHOR CURTA-METRAGEM BRITÂNICO: 73 Cows
MELHOR CURTA-METRAGEM BRITÂNICO (ANIMAÇÃO): Roughhouse
EE RISING STAR AWARD: Letitia Wright

2 comentários em “Os vencedores do BAFTA 2019

  1. O BAFTA tem esse histórico de ser um prêmio bem bairrista. Imaginava que “A Favorita” fosse prevalecer aqui. Prêmios merecidos!

    Fiquei triste somente com a vitória de Rami Malek (Não consigo me conformar! Se ele vencer o Oscar, será uma das piores vitórias de todos os tempos) e surpresa com o triunfo de “Roma” na categoria principal. Isso dará um fôlego a mais para o filme de Cuarón neste final de corrida pelo Oscar.

    • Kamila, é cada vez mais cansativo acompanhar essas premiações que veneram qualquer tipo de imitação em cinebiografias. Não me conformo que teremos mais um ano assim! Eu até acho o Rami Malek bacana em “Bohemian Rhapsody”, mas ganhar prêmios??? Menos!

      No mais, ainda desconfio desse favoritismo de “Roma”. Nos últimos anos, o Oscar nunca cedeu ao clamor dos outros prêmios: “Boyhood”, “O Regresso”, “La La Land” e “Três Anúncios Para Um Crime” foram alguns dos títulos que eram considerados favoritíssimos e acabaram sendo barrados de última hora pelo Oscar. Por outro lado, mesmo com “A Favorita” acumulando dez indicações, não vejo um adversário à altura para o filme do Cuarón!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: