Melhores de 2008 – Atriz Coadjuvante

art04

A grande ameaça de O Nevoeiro não reside no misterioso fato natural do título ou nos ameaçadores monstros que atacam os personagens. O maior perigo, na realidade, é a própria mente humana. Marcia Gay Harden, como a fanática religiosa Sra. Carmody, representa isso de forma inigualável. Ela é a figura mais interessante do filme de Frank Darabont, possuindo uma crescente importância na trama. No início, é apenas mais um personagem como qualquer outro. Em determinado ponto, é a figura que mais chama atenção. Marcia Gay Harden dá um show de atuação, em uma intepretação muito efetiva e que desperta diversos tipos de sentimento no espectador. Vencedora do ano passado: Imelda Staunton por Harry Potter e a Ordem da Fênix.

Cate Blanchett como Jude em Não Estou Lá

emelhcateCate Blanchett chegou em um patamar onde ninguém mais duvida de seu talento. É uma atriz completa – já tem Oscar em casa, é aclamada por diversos trabalhos e atua com muita tranquilidade em variados projetos. O desempenho dela em Não Estou Lá é uma das mais gratas surpresas de sua carreira, especialmente por ela estar interpretando uma figura masculina. O grande feito da atriz é conseguir sumir completamente dentro do cantor Bob Dylan e fazer com que o espectador esqueça que é Cate Blanchett que está na tela. Muito premiada por sua participação no filme de Todd Haynes, Blanchett mais uma vez nos presenteou com uma grande atuação. Pena que num filme não tão especial como ela. INDICAÇÃO ANTERIOR: Melhor Atriz Coadjuvante por Notas Sobre Um Escândalo em 2007.

Penélope Cruz como Maria Elena em Vicky Cristina Barcelona

melhpenVolver poderia ter sido um golpe de sorte na carreira da bela Penélope Cruz. Mas Vicky Cristina Barcelona veio provar o contrário – Penélope tem talento sim. Ela aparece tardiamente no filme de Woody Allen e seu espaço em cena é menor do que o merecido, mas a atriz aproveita cada segundo em cena, sendo o grande destaque do longa. Sem dúvida o papel favorece a atuação – a Maria Elena é engraçada, louca e brilhante – mas Penélope não se intimida e consegue dar vida para a personagem com uma notável técnica humorística e dramática. Ela chama mais a atenção que qualquer uma de suas colegas de cena. Afinal, é linda e uma excelente atriz. E aqui ela mais uma vez deixou uma excelente marca para sua carreira. INDICAÇÃO ANTERIOR: Melhor Atriz por Volver em 2006.

Saoirse Ronan como Briony Tallis em Desejo e Reparação

melhsaoiBriony Tallis é a melhor personagem do drama-épico Desejo e Reparação. O maior destaque, na realidade, é o trio de atrizes selecionado para representar as três fases da personagem. Na infância, Briony é representada por essa notável Saoirse Ronan, que tem assustadora segurança ao interpretar um papel tão difícil e complexo. Não é fácil simpatizar com sua personagem e Saoirse não consegue mudar isso. O que importa na atuação dela é que ela faz justamente aquilo que é necessário – causar diversas sensações no espectador, que fica intrigado com aquela criança tão precoce e cheia de sentimentos negativos. Ela é a atriz que traz a fase mais interessante de Briony, em uma atuação impecável, que em nenhum momento se intimida diante dos outros atores.

Romola Garai como Briony Tallis em Desejo e Reparação

melhromBriony Tallis chega na sua segunda fase com a ótima Romola Garai. Agora Briony já é consciente das atitudes erradas que tomou quando era criança e quer consertar o que fez. O problema é que ela está sozinha e ninguém quer lhe dar ouvidos. A solidão e principalmente o arrependimento da personagem são representados com grande qualidade por Romola Garai. Sua história pode até estar inserida num ato cansativo do longa, mas em nenhum momento Romola deixa a qualidade de sua história cair. Ela é uma excelente atriz e sua persofinicação de Briony é mais uma prova disso. Muito subestimada por sua participação no filme de Joe Wright, Romola merecia mais reconhecimento por uma interpretação tão bem balanceada como essa.

Pela primeira vez os visitantes discordaram da escolha do Cinema e Argumento e elegeram Penélope Cruz como a melhor na categoria. A escolhida do blog, Marcia Gay Harden, ficou em segundo lugar. Abaixo, a preferência dos leitores na pesquisa realizada:

1. Penélope Cruz (38%, 13 votos)

2. Marcia Gay Harden (32%, 11 votos)

3. Cate Blanchett (15%, 5 votos)

4. Saoirse Ronan (12%, 4 votos)

5. Romola Garai (3%, 1 voto)

13 comentários em “Melhores de 2008 – Atriz Coadjuvante

  1. Pingback: Melhores de 2009 – Atriz Coadjuvante « Cinema e Argumento

  2. Vinícius, a seleção desse ano ficou ótima, porque tivemos ótimas atuações nessa categoria! E a Marcia dá um show em “O Nevoeiro” mesmo.

    Pedro
    , a Cate ficou boa parte do ano como a minha favorita, até aparecer a Marcia Gay Harden…

    Hugo, sempre gostei de Marcia, mas de uns tempos pra cá ela vem me conquistando, até naquele filme que chegou direto em dvd aqui no Brasil, “Trilhos do Destino”.

    Sérgio, obrigado!

    Kau
    , a Garai não poderia faltar aqui. Ela foi muito subestimada pelas premiações (e por boa parte do público também).

    Yuri, toda vez que Marcia aparece em “O Nevoeiro”, ela rouba a cena!

    Robson, eu também adoro a performance de Cate em “Não Estou Lá”, ela é maravilhosa!

    Cleber, Marcia está estupenda mesmo!

    Gustavo
    , as meninas de “Desejo e Reparação” está ótimas mesmo, mas como você disse Penélope ou Cate merecem mais, talvez por terem personagens mais criativos e instigantes.

    Roberto, eu também sempre fiz cara feia pra ela. Mas convenhamos, antes de “Volver”, ela nunca tinha feito algo muito bom…

    Rafael, concordamos então!

  3. De longe minha vencedora também. Apesar de uma das minhas favoritas (Cate Blanchett) estar na lista não há como negar um magnífico desempenho de Marcia Gay Harden. Abraço!

  4. Fico indeciso entre a Cate Blanchett e a Marcia Gay Harden (porém, acredito, que por se tratar de um papel masculino, a primeira levaria o meu voto). A Penelope Cruz, pra mim, foi a grande surpresa, pois sempre fiz cara feia pra essa menina (e quebrei a cara, pois ela é talentosa!).

  5. Adoro as meninas de “Desejo e Reparação”…
    Mas esse ano acho que a Penelope ou a Cate merecem mais !

  6. Nossa, eu acho Marcia Gay em “O Nevoeiro” destruidora de tudo, simplesmente arrassadooraaaaa, perfeitissima (: – em um ano que Cate Blachett se destacou !

  7. Matt, todas todas todas estão excelentes no papel com excessão pra de O Nevoeiro que ainda não vi. Mas concordo com as indicações, só acredito que Cate venceria pra mim. Ela está fantástica, talvez por ser um filme distante de data muitos não lembrem. Penelope tá fantástica, mas nãu super Cate.

  8. Gostei da lista e votei na Marcia, concordo plenamente que O Nevoeiro ganha um destaque, uma dimensâo maior e melhor com sua personagem, com sua interpretação. O ódio que você acaba sentindo pela mulher chega a ser engraçado depois…

  9. Matt, voltei de viagem! Hahahahahahaha.

    Cara, sua lista está irretocável. Claro que faria umas mudanças, mas mesmo assim está excelente. Ver Garai na lista é incrível!!!!!

    Só uma coisinha: daria o prêmio à Blanchett.

    Abração!

  10. Marcia Gay Harden é uma atriz única. Faz tempo que observo com cuidado o trabalho dela. Merece sempre ser reconhecida.
    Abraço

  11. Matheus, adorei sua seleção, inclusive quatro dessas também devem estar na minha lista =) Não tem pra ninguém mesmo! A Marcia me deixou com MUITA raiva de sua personagem, quase chegando ao ponto do insuportável – o que só comprova sua eficácia. Cruz também está num belo momento, grande performance! E adorei você ter lembrado a Romola Garai, acho que ela é a mais forte do filme. Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: